segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Pesquisadores desenvolvem tecnologia eficiente para reaproveitamento de pneus


Todos os anos, um bilhão de pneus são descartados após o uso em todo o mundo, com a maior parte sendo destinada a aterros sanitários, contaminando o meio ambiente e prejudicando a saúde humana. Mas agora, pesquisadores da Universidade Deakin para Pesquisa de Tecnologia e Inovação, na Austrália, descobriram uma maneira de reutilizá-los: através da criação de produtos de borracha.
A nova tecnologia desenvolvida pelos pesquisadores pode transformar pneus velhos em ingredientes de alta qualidade segmentando o pneu. Assim, cada seção pode ser tratada de forma diferente, o que elimina as impurezas e resulta em maior qualidade do produto final. Por exemplo, o reforço de aço no pneu é separado sem fragmentação, o que não é comum na reciclagem de pneus atuais.
“Nós viemos com uma maneira de dar vida nova a pneus velhos o que deve eliminar a necessidade de descartá-los em um aterro sanitário", disse o autor do estudo, Chris Skourtis. "O que temos desenvolvido é um avanço significativo na reciclagem de pneus que é superior às práticas atuais de trituração e deposição em aterro, queima de pneus ou reciclá-los em materiais de baixa qualidade de uso limitado", explicou o engenheiro de pesquisa.
Em um comunicado da universidade, o autor explica que o processo usado por eles para o reaproveitamento do pneu não utiliza substâncias químicas e tem o consumo de energia reduzido.
"Isso também resulta em ingredientes de alta qualidade que podem substituir borrachas virgens e sintéticas na fabricação de produtos como pneus novos, peças de automóveis, materiais de isolamento, correias transportadoras e aditivos de asfalto para estradas".
O pesquisador ainda exalta a importância da conscientização sobre o descarte de pneus em todos os lugares do mundo. Já que este material pode contaminar o meio ambiente, provocar incêndios e ainda aumentar as chances de incidência de mosquitos e ratos.
Pesquisadores da universidade, liderados por Qipeng Guo, desenvolveram uma unidade de pequena escala no Campus da universidade Waurn Ponds para testar e refinar a tecnologia de reciclagem desenvolvida e patenteada pela VR TEK Global, que pretende disponibilizá-la em escala comercial em 2012. Com informações da Universidade Deakin.

Nenhum comentário:

Postar um comentário